© 2019 Technovation Girls Brasil

Technovation Girls é um programa do Technovation, uma organização americana sem fins lucrativos 501c3, legalmente isenta de pagar impostos e capaz de aceitar doações dedutíveis de impostos. A ONG Instituto Paramitas representa o programa Technovation Girls no Brasil.

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Brasil na Semifinal do  Technovation Challenge

A 8ª temporada do programa Technovation Challenge está chegando ao fim.

Iniciamos a temporada em 2017, abraçando a  frente do Technovation Brasil com uma grata parceria junto a Iridescent.

Visitamos escolas na Bahia, Sergipe, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba, Pernambuco, Pará, Santa Catarina, Minas Gerais e muitos outros estados, recrutando meninas, mentores e mentoras a participarem com a gente da maior competição global de tecnologia e empreendedorismo para meninas de 10 a 18 anos.  

Contamos com o apoio de Embaixadores em todo o Brasil, e apoiadores desta causa como a Oracle, Google.org, Opera Idiomas de Feira de Santana, Centro Paula Souza de São Paulo, Senac Sergipe, Instituto Federal de Sergipe, Instituto Anísio Teixeira de Salvador, Secretaria da Educação do Estado da Bahia, InovaBra e Instituto Paramitas.

Foram realizados mais de 20 HackDays e workshop de ideação, exibição do filme “Code Girl”  em escolas e espaços de inovação, além de muitos encontros presenciais e virtuais entre as equipes.

Durante esse trabalho tivemos as inscrições de 1236 meninas,  471 mentores e 30 embaixadores, o que possibilitou a presença o programa em 23 estados brasileiros.

O Technovation é um programa da ONG americana Iridescent, que conecta mentores da área de Ciências e Engenharia com famílias para inspirar crianças e jovens a se tornarem criadores e inventores

Assim, com 358 times  criados, o programa foi tomando forma.  Destes times, ficamos com 206 aptos para a competição que,  com o apoio das escolas, professores, mentores e empenho das meninas conseguiram entregar projetos incríveis,  feitos em menos de três meses, fechando com 77 times classificados para as Quartas de Final.

 

E então começaram as quartas de finais, formada por 77 equipes  que concluíram as 12 etapas do programa e fizeram a submissão de seus projetos.

Esta também é uma  temporada inclusiva, pois tivemos a equipe IPaese ONE, de Aracaju SE,  que desenvolveu o aplicativo  L3 - Legal Libras Letras, classificada para as Quartas de final, competindo presencialmente no Pitch em Salvador e sendo o primeiro time de meninas surdas a participar do Technovation Challenge no mundo.

Nas quartas de final tivemos a oportunidade de realizar três eventos presenciais, que permitiriam vagas para as Semifinais.  Quarenta times apresentaram em stands seus aplicativos para uma comissão de jurados e visitantes.

O programa teve 85% de crescimento neste ano, graças ao empenho e ajuda de todo mundo que participou e apoiou. Começamos as quartas de final, com 77 times que  concluíram as 12 etapas do programa e fizeram a submissão de seus projetos.

Nessa fase, tivemos a oportunidade de realizar três eventos presenciais, Pitch Oficial,  com 40 times apresentando em stands estilo “feira de ciências”, seus aplicativos para uma comissão de jurados.  

O primeiro Pitch Oficial aconteceu no dia 12 de maio, na  Etec Sebrae em parceria com o Centro Paula Souza, com  11 times Sênior e 4 times Júnior,  com equipes dos estados de São Paulo e Santa Catarina.  

O segundo aconteceu no dia 19 de maio, no Instituto Anísio Teixeira  em Salvador em parceria com o Governo do Estado da Bahia, com  13 times Sênior e 1 Júnior, vindos de Pernambuco, Sergipe e Bahia; e o último em parceria com a Oracle aconteceu  também no dia 19 de maio, no teatro da Oracle em São Paulo, reunindo ao todo 15 equipes Sênior vindas de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Em cada um dos  Pitchs Oficiais foram selecionadas 2 equipes que passaram  para as semifinais, totalizando 6 equipes brasileiras garantindo a representatividade do Brasil.

Além da etapa presencial, equipes que não participaram dos eventos foram avaliadas virtualmente por juízes de todo o mundo e classificamos mais 1 equipe Sênior e 3 equipes Júnior. Então o Brasil está na semifinal, com outros 35 países, com um julgamento apenas Online entre 01 e 17 de junho, com o anúncio dos finalistas no dia 25 de junho.

 

SEMIFINALISTAS 2018

SÊNIOR

Twin's Club - MathSTAR | Tupã, SP

5MC - APPrenda | São Paulo, SP


Bytes&Batom - Bytes&Batom | Fraiburgo, SC


Black Girls Shifters - Scoliosis Diary | São Paulo, SP


Sugar Bombs - Love Pills | Rio de Janeiro, RJ


HTP - Her voice | Recife, PE


Educa Girls - ASF Follow your child | Itabuna, BA
 

 

JÚNIOR
Nerd girls - Easy Donations | Belo Horizonte, MG


Our rules - Our Rules | Florianópolis, SC


GirlsUp - Life4Down | Luzerna, SC

 

 

A cada menina que participou, a cada pessoa que mentorou equipes, aqueles que se voluntariaram como juízes virtuais e presenciais, especialmente para  Simone Chiesse e Douglas Cunha da Mandaê, Eduardo Mauricio da rede municipal de ensino de Vinhedo, Fernando Lima da Google Brasil, Fernando Lemos e Daniel Probaos da Oracle, Márcia Vieira da MVIBank, Deise Prado e Maria Socorro Melo do Senac Sergipe, Brenda Costa do Oxenti Menina e Nilton Rodrigues do Instituto Paramitas que passaram muitas horas olhando e conversando com cada time durante a exposição de trabalhos, deixando dicas e observações sobre o que cada time desenvolveu. Para você que foi voluntária(o), compartilhou as postagens e curtiu muito com a gente o nosso MUITO OBRIGADA!

Esse é só o começo de uma grande jornada.. Garota nós vamos pra Califórnia!

 

OBRIGADA